Unidos por Jesus Cristo! Como Irmãos!
Grupo Público · 2.614 membros
Participar do grupo
Grupo de pessoas comuns e que temem à Deus... Atenção! Você meu querido amigo ou amiga que faz parte e é membro desse grupo, sinta-se a vontade para p...
 

Classificação da Perseguição Religiosa 2020

Classificação da Perseguição Religiosa 2020
Classificação dos 50 Países com Perseguição Religiosa, onde seguir à Jesus pode custar a vida. Atualizado em 2020

Canal Luísa Criativa

Mostrando postagens com marcador Evolução Histórica das Relações Internacionais - Da Era Moderna ao Entre-Guerras - Parte 2/11. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Evolução Histórica das Relações Internacionais - Da Era Moderna ao Entre-Guerras - Parte 2/11. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 21 de abril de 2020

Evolução Histórica das Relações Internacionais - Da Era Moderna ao Entre-Guerras - Parte 2/11

Evolução Histórica das Relações Internacionais - Da Era Moderna ao Entre-Guerras - Parte 2/11


Causas da Grande Guerra

Crise e incerteza. Esses eram os sentimentos que dominavam a Europa após 1890. Essa data não é aleatória. É o ano em que Bismarck deixa de ser o Chanceler alemão. Bismarck sabia muito bem o que queria: manter a França permanentemente enfraquecida e sem chances de revanche, além de afastada das preocupações territoriais. Seus sucessores, especialmente o KaiserGuilherme II, não tinham planos nesse sentido, ou, se os tinham, eram confusos, erráticos e provocativos. A isso se somava o fato de que cada país europeu tinha a sua lista de reivindicações. 

A França não esquecia a perda da Alsácia-Lorena para a Alemanha. Tal fato era o motor do nacionalismo francês. Além disso, preocupada em recuperar prestígio, a França lançou-se, com todas as suas forças, na corrida colonial.


A Rússia buscava expandir-se na Ásia Central, no Extremo Oriente e nos Bálcãs. Como resultado dessa política, atritou-se com os ingleses na disputa pelo Afeganistão, com o Japão (guerra em 1905), e permanecia em constante estado de tensão com os austríacos e com os otomanos pela hegemonia da península balcânica.

Convém lembrar que a França havia sido derrotada na Guerra Franco-Prussiana, duas décadas antes. 
Entre outras consequências, havia perdido o território da Alsácia-Lorena para os alemães. As décadas que se seguiram à derrota francesa foram marcadas por um profundo sentimento revanchista, pela baixa estima francesa e pelo desejo de ver a Alemanha subjugada a qualquer custo.


Fonte de referência, estudos e pesquisa:

 
Filosofia & Teologia
Grupo Público · 3.145 membros
Participar do grupo
O Grupo Filosofia & Teologia é para todos aqueles aficcionados nessas duas áreas do conhecimento cientifico, estudantes, mestres e doutoures, e ainda ...
 

My Instagram

O Evangelho de Jesus, alcançando o Mundo!